Select Menu
Select Menu

Noticias

Games

Entretenimento

Tecnologia

Ciência

Análises

Humor

Vídeos

Especial

» » » MagoNerd Game Awards 2013 - parte 1


alexdias 06:47 0


























Postado por Alexandre Ninjadog


2013 será um ano marcado na história dos games. Foi um ano de grandes altos e alguns baixos, na qual os consoles da 7ª geração (PS3, X360 e Wii) extraíram todo o leite-da-pedra pra fazer bonito em sua aposentadoria. A 8ª geração de consoles (PS4, XOne, Wii-U) chega explodindo tudo e criando polêmica já na estréia. Grandes franquias do passado foram notavelmente ressuscitadas, novas IP's criadas, mas de praxe também tem as bombas, e alguns gigantes mostrando cansaço...

E como tradição de todo fim-de-ano, o Magonerd trará até vocês amigos leitores, o MagoNerd Game Awards 2013. Já avisando que os games eleitos aqui são de acordo com nossa humilde opinião, elegemos os melhores e piores do ano do mundo dos games segundo um censo comum - sem relação direta aos resultados do VGA 2013 (Video Game Awards) que passou no ultimo sábado dia 07 de dezembro na Spike TV. Pegue a pipoca e o guaraná e curta o espetáculo!


> O Grande Acerto do Ano: Xbox One
Marcado por uma apresentação controversa durante a E3 2013, a Microsoft ouviu o clamor dos fãs e fez mudanças radicais no aparelho antes de lança-lo oficialmente. O resultado é uma caixa monstruosa que possui a melhor biblioteca de games em sua fase de lançamento, controle reformulado e capaz de fazer funções duma smart tv. A M$ acreditou e apostou forte na América do Sul (diferente da concorrente oriental), e agora colherá bons frutos e um espaço no coração dos gamers brasileiros, que um dia pertenceu ao Play...

O sucesso do XOne no Brasil foi tão grande, que está difícil encontrar unidades para vender em loja física, principalmente os jogos. Quem não conseguiu comprar na pré-venda, agora tera que esperar até o ano que vem quando chegar a segunda remessa nas lojas.


> A Vergonha do Ano: Playstation 4
Quem diria, heim? A Sony vinha ganhando cada batalha desde o anuncio bombástico do PS4 em março, humilhou a concorrência durante a E3 2013, fez jogo bonito na Gamescon; mas na hora de chutar o penalty pra vitória...

O PS4 é escândalo, disputa, sucesso e fracasso, tudo isso ao mesmo tempo, dependendo do ponto-de-vista que você analisar. 


Até agora, o PS4 do hemisfério norte já vendeu cerca de 2,1 milhões de unidades em menos de três semanas, chegando perto do recorde do PS2. Entretanto, imagine que cerca de 3% desse numero esteja vindo com graves defeitos de fábrica. Fora a pobre biblioteca de jogos de lançamento, e os bugs gritantes da rede PSN. Já a nossa versão tupiniquim é uma imcompetência  total: considere que o aparelho não foi lançado oficialmente por estas terras, pois o verdadeiro PS4 brasileiro montado em Manaus (e com preço justo), só lá pro final de 2015, e olhe lá. Era melhor a Sony ter se segurado por mais um ano. E vai ser bem difícil ela recuperar o mercado na América do Sul daqui uns três anos, onde encontrará um cenário 85% dominado pelo Xbox, e o resto dividido entre PS3 e Wii-U.


> O Game do Ano: The Last of Us






















A Naughty Dog é a galinha dos ovos-de-ouro da Sony. Revolucionou com a trilogia Uncharted, e em julho de 2013, conseguiu a proeza de renovar um gênero deveras saturado: o apocalipse zumbi. No melhor esquema de The Walking Dead, The Last of Us é campeão em gráficos, jogabilidade, trilha sonora, e principalmente na interpretação dos personagens. Praticamente um jogo de PS4/XOne, rodando no velho PS3 !

Mereceu o prêmio por ser uma bem-vinda franquia nova, e por ter superado todas as expectativas sem gerar hype negativo !


> Pior Game do Ano: Ride to Hell Retribution
Fuja dessa bomba! È sério! Um game que estava a mais de cinco anos no forno, e saiu bem queimado! Gráficos toscos saídos diretamente do PSOne, jogabilidade travadaça, trilha sonora irritante (só salva a musica de abertura), inimigos genéricos e imortais, e os bugs mais bizarros desde Skyrim...

Hide to Hell era pra ser um "GTA de motoclubes" num grande mundo aberto para explorar, mas devidos a grandes restrições orçamentárias, a equipe teve que reiniciar o projeto, e saiu essa coisinha nojenta. Não está acreditando, então veja o review do Angry Joe Show:



> Desonra ao Mérito: Alien Colonial Marines
Não tem como um game dos Xenomorfos dar errado. Exceto se você dar nas mãos da SEGA of America, e ela tomar um golpe da produtora GearBox - que usou a verba oferecida pela mãe do Sonic pra fazer o Borderlands 2! 

Aliens: Colonial Mariners, parece aqueles FPS tortos do começo da geração PS2, com controles confusos, história de filme trash e burrice artificial sem igual! Mais uma vez, o Angry Joe mete bronca:


> O Rebbot do Ano: Tomb Raider
Lara Croft, a "Indiana Jones de sutiã big-size", deu uma sumida do mundo dos games. Mas as longas férias da heroína foram a melhor coisa que aconteceu na carreira dela. A Eidos voltou Tomb Raider pra estaca zero, voltando às origens da aventura, literalmente. Lara não gostou da fama dum certo Nathan Drake, e voltou completamente repaginada, mais jovem e mais humana, num game que sem duvida alguma, é uma das melhores surpresas de 2013!

O novo Tomb Raider esbanja beleza, num mundo semi-aberto, numa mistura perfeita entre Uncharted com uma pitada de Survival Horror.




> Melhor Rise From Your Grave: Killer Instinct
Outra série das antigas que despertou dum longo sono criogênico! O antigo Killer Instinct do Nintendo 64 revolucionou os games de luta com seu sistema viciante de combos, fáceis de serem executados, e lindos de se ver ! A Rare, antigamente first-party da Nintendo, foi vendida para a Microsoft, e a série de luta foi colocada no gelo por tempo indeterminado. Mas uma hora a Rare se cansou de fazer joguinhos casuais para o Kinetic, e os fãs estavam clamando por um novo jogo arrasa-quarteirão, e de preferencia, hardcore. Pedidos atendidos: eis o novo Killer Instinct, completamente retrabalhado com gráficos de ponta, jogabilidade rápida e selvagem, e páreo duro para o pai-de-todos, Street Fighter IV !!! Lembrando que o novo Killer marca uma nova era nos jogos-de-luta: o modo freemium, na qual você ira comprar cada personagem separadamente.





> Portátil do Ano: Soul Sacrifice
O PSVita vinha sofrendo duma grande falta de jogos exclusivos que valesse a pena o investimento num portátil tão caro. Eis que o mestre Keiji "Megaman" Inafune nos surpreende com o brutal Action JRPG desenvolvido em parceria com a Sony Studios Japan.

Misture Monster Hunter com o anime Berzerk e com uma pitada de Dark Souls, e teremos Soul Sacrifice. Na pele dum necromante, você deve combater hordas de demônios e aberrações apavorantes, cada uma gerada pelos seus pecados cometidos quando eram humanos! Agora você pode comprar um PSVita sem dor na consciência !


> Bichinho do Ano: Rayman Legends
Originalmente exclusivo pro Wii-U, o estranho masocte da Ubisoft surpreende novamente o mundo dos games com um belíssimo side-scrolling old-school com gráficos pintados a mão, co-op para quatro jogadores e doideiras sem fim ! 

Pra quem sentia a falta dos velhos jogos de bichinhos e p-lataformas da era 16 bits, Rayman Origins é obrigatório !


> Ainda Mais Querido: Super Mario 3d
Bem, não há muito o que comentar sobre o cidadão mais velho do mundo dos games. Apesar da idade, o velho cão italiano sempre aprende truques novos. 

Super Mario 3d World veio em cima da hora pra tirar o Wii-U da lama, o game é praticamente uma releitura em 3d do clássico Super Mario World do saudoso Super Nintendo. Diversão garantida pros marmanjões e molecada nesse natal !

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Leave a Reply